Sultanahmet , ISTAMBUL , Turquia... a Europa com cara de Ásia...

Quem segue as minhas viagens já deve ter reparado que eu não gosto de muito de choques culturais e que a palavra " exótico" não tem para mim o mesmo interesse que tem para muitas outras pessoas... por isso mesmo, e porque as minhas incursões por países como Marrocos e Tunísia não me deixaram saudades, a visita a Istambul foi sendo sucessivamente adiada. Apesar  dos comentários muito favoráveis e das imagens lindas que via na net a minha desconfiança só foi superada  quando, ao pesquisar um destino para umas fériazinhas no final de Março, descobri uns preços arrasadores na Easyjet para o percurso Londres-Istambul. Juntando a isso o facto de que poderia conjugar a viagem a Istambul com uns dias em Londres resolvi arriscar... afinal o " risco"   revelou-se uma incrível surpresa que me deixou, inclusive, vontade de conhecer outros lugares na Turquia... :-) 

...A cidade de Istambul, fundada no séc. VII a.c. é a única cidade no mundo construída em dois continentes, Europa e Ásia. Dividida pelo Bósforo , um estreito com 30 km que liga o Mar Negro ao Mar de Mármara , Istambul foi durante 16 séculos uma grande capital imperial , primeiro do Império Bizantino e depois do Império Otomano... Hoje é a maior e mais monumental cidade da Turquia e a segunda cidade mais populosa da Europa depois de Londres. Centro cultural, económico e histórico do país está classificada desde 1985 como Património Mundial da Humanidade...

 ...a parte Europeia da cidade é também dividida pelo Golden Horn , que separa a "zona antiga" de Sultanahmet da "zona" nova dos bairros de Beyoglu , Besiktas e Ortaköy... é no bairro de Sultanahmet ( assim chamado em homenagem ao Sultão Ahmet I , que construiu a Mesquita Azul ) que  estão a maior parte das atrações históricas bem como os famosos Bazares. Foi a zona que escolhemos para ficar e que recomendo vivamente, em especial a quem visite Istambul pela primeira vez...

 ...o facto de viajarmos na Easyjet levou-nos para o aeroporto de Sabiha Gokcen na parte asiática da cidade. Mas o que no início parecia uma desvantagem ( o aeroporto fica a cerca de 1 h e meia de carro de Sultanahmet com acesso um pouco complicado via transportes públicos ) em relação a voar para o aeroporto principal na zona Europeia, revelou-se afinal muito positivo.Como iríamos aterrar ao princípio da noite reservei o transfer do hotel. Pudemos assim fazer o percurso tranquilamente admirando o infinito mar de luzes em que Istambul se transforma á noite e atravessar a famosa "Bosphorus Bridge" toda iluminada viajando entre dois continentes em apenas alguns minutos... um começo inesquecível para uma viagem muito especial...

 ...o primeiro post da série sobre Istambul ( seria impossível escrever apenas um!) é para falar do bairro de Sultanahmet , o tal que fica na Europa mas que tem cara de Ásia, onde estão a maior parte dos palácios, mesquitas e bazares e aquele de que mais gostei... 

 ... é apenas uma primeira visão sobre as ruas e os edíficios do bairro...a imagem que tivemos no dia seguinte ao da chegada passeando por entre monumentos com mais de 2000 anos de história... aqui a rua de acesso ao Topkapi Palace...

 ...Haghia Sophia , a fantástica igreja ( posteriormente mesquita) do Império Bizantino com mais de 1400 anos face a face com a famosa Blue Mosque do outro lado da praça...

 ...a Mesquita Azul, construída no início do séc. XVII pelo Sultão Ahmet I, com os seus seis lindos minaretes é uma das imagens de marca de Istambul...

 ...uma das coisas que me surpreendeu em Istambul foi a tranquilidade com que podemos passear na cidade sem ser incomodados,como em qualquer outra cidade europeia. Bem ao contrário do que acontece, por exemplo em Marrocos, em que se é insistentemente abordado na rua a toda a hora  por qualquer pretexto... Istambul é desse ponto de vista completamente ocidental...



 ...as ruas em redor do Grande Bazar e também do Spice Bazar são cheias de cor e movimento, com muitas lojas de artigos variados e aqui sim, de aspecto bem oriental...

 ...vou deixar os Bazares e as tentações de compras em Istambul , principalmente de cerâmicas , tapetes, jóias artesanais e especiarias para um próximo post... o que vale é que ao viajar só com malas de mão a carteira fica sempre mais protegida quanto a gastos...hehe...o excesso de peso é proíbido... :-) mesmo assim não resisti... na foto a loja da Sílvia e do Hasan , Kaisareia Handicrafts, repleta de coisas lindas... pertinho de uma das entradas no Grand Bazar...







 ...a deliciosa comida Turca e sugestões de restaurantes também vão ter direito a um post independente...

 ... por entre ruelas estreitas passámos por uma das maiores mesquitas da cidade ( a Mesquita Nova) situada de frente para o porto de Eminönü, para uma primeira visão do Bairro de Beyoglu, da Galata Bridge e da Galata Tower...



 ... no porto, característicos barcos decorados em estilo Otomano, serviam o que me pareceu serem " Sandwiches de peixe"...hehe... não me apeteceu muito provar mas a julgar pela afluência de clientes não deviam ser más... :-)



 ...de regresso á praça central de Sultanahmet tempo para explorar as ruas em redor...



 ...com edifícios lindinhos, cada um mais fofo do que outro , onde estão instalados cafés, restaurantes e pequenos hoteis de charme... o nosso HOTEL era um deles... se voltar a Istambul não tenho dúvidas em me instalar de novo nesta zona. Para os que querem ficar aqui mas não dispensam o luxo há também um hotel da cadeia " Four Seasons"...







 ...esta casinha poderia perfeitamente estar numa aldeia Alemã ou Suiça. São estes contrastes que fazem de Istambul uma cidade tão única...



 ... ao virar da esquina mais uma mesquita...

 ...e na rua ao lado mais uma sucessão de casinhas tradicionais...



...Hippodrome of Byzantium... esta zona histórica foi em tempo ( no séc  III a.c. ) um estádio, com capacidade para cerca de 100 mil pessoas. Era na época o centro desportivo e social de Constantinopla, capital do Império Bizantino...

...o Oblisco Egípcio e a Coluna de Constantino Porphyrogenitus...





...o encanto das ruas de Sultanhamet á noite...





...com a incrível Mesquita Azul toda iluminada...

... e a não menos imponente e bela Haghia Sophia mesmo em frente...

... e para entrar definitivamente no espiríto nada como um jantarinho num restaurante de cozinha Otomana... difícil é escolher um entre, os inúmeros e acolhedores, restaurantes do bairro...

18 comentários:

Private Tours disse...

Grandes viagens Margarida, parabéns pelo descritivo e pela partilha da experiência.

Camila Navarro disse...

Margarida, que bom saber que você gostou de Istambul! E sabe que suas fotos me mostraram uma Istambul que eu não imaginava encontrar? Acho que eu só pensava nas mesquitas. ;) Pelo menos já escolhi a localização certa, também vou ficar em Sultanahmet.

Beijos!

Marta FG disse...

Como eu adorei conhecer a Turquia e não foi só Istanbul! Bjs.

Margarida Nobre disse...

Obrigado.

Margarida Nobre disse...

Camila

Sim,não deixe de ficar em Sultanahmet!É a zona mas turistica mas nem por isso menos encantadora...

Beijos

Margarida Nobre disse...

Marta

Também fiquei com muita curiosidade de conhecer mais alguns lugares na Turquia ou quem sabe voltar a Istambul...
Não será , no entanto, uma prioridade a curto prazo...apesar de ter gostado imenso ainda há outros lugares que quero conhecer primeiro... :-) ... o mundo é demasiado grande...hehe
Bjs

Roadrunner disse...

Istambul é de facto uma cidade fantástica. Mas, creio sinceramente que não existirão tão grandes diferenças em relação ao andar na rua sem ser importunado por alguém a querer vender alguma coisa. Não sei se a realidade se terá entretanto alterado muito (eu estive lá em 2002), mas de acordo com o que experienciei o "massacre" não é muito diferente de Marrocos ou Tunísia. Principalmente se entrarmos no Grande Bazar, fantástico, magnífico, sem dúvida, mas o local onde até hoje fui mais assediado e coagido a fazer compras (podia até descrever alguma situações, digamos, caricatas...). Até mesmo no Hipódromo e locais adjacentes, onde tive que forçosamente aceder ao engraxamento dos TÉNIS(!), pois a persistência de um jovem foi tamanha e tão prolongada que foi literalmente obrigado a deixá-lo passar brilho nos ditos ténis! Uma autêntica praga (não sei se ainda se mantém), o "shoeshine" entoado por bandos de engraxadores à cata do turista.
Quanto à tranquilidade de poder passear pela cidade, realmente não pude aferir na medida exacta, já que a minha estadia na cidade coincidiu com os festejos do fim do Ramadão, com literalmente centenas de milhares de pessoas nas ruas, praças e tudo quanto era passível de ser ocupado, em festejos. Uma experiência muito interessante, didáctica e divertida, e também inesquecível. Também me juntei à festa e apanhei uma bebedeira de chá nessa noite!
Resumindo e concluindo, uma cidade que gostei, e recomendo. Histórica e monumentalmente muito rica, animada, culturalmente interessante, com muita vida.
Quanto ao hotel (fiquei na zona de Sultanamet numa antiga casa otomana transformada em hotel), poderei dizer que era tranquilo, ou não fossemos (eu e a minha esposa) os únicos hóspedes... Já quanto ao ruído exterior, o mesmo não se poderá dizer, pelo menos de acordo, neste caso, com a opinião feminina, já que perto existia uma mesquita (das várias centenas, ou talvez milhares que existirão na cidade...) que "fazia o favor", de acordo com a tradição islâmica dos 5 chamamentos diários, de debitar através dos seus megafones amplificados o primeiro do dia, às 6 da manhã!
No que respeita à comida, sinceramente não desgostei, principalmente da carne.

Saudações!

Margarida Nobre disse...

Roadrunner

11 anos é um grande periodo de tempo...talvez o suficiente para que Istambul tenha mudado alguma coisa...
O que eu disse no post foi exactamente o que eu senti. Talvez tenha ido na altura certa ( pelo menos para mim! ) e ficado no lugar certo...
Tomei café no Grande Bazar , estive no Spice Bazar e Arasta Bazar. Ninguém me importunou. Não fiz compras no Grande Bazar , mas percorri muitas das suas ruas.Comprei chás no Spice e algumas peças de artesanato Turcas em lojas que existem fora dos bazares, em vários locais da cidade.
A rua do hotel era bastante sossegada,mas claro que não consegui evitar ouvir a chamada para as orações nas mesquitas ás 5 h da manhã...hehe...nada que não me deixasse voltar a dormir...
Se tivesse tido a sua experiência jamais teria ficado com a mesma impressão da cidade,por muito bonita que fosse.Não gosto mesmo nada de ser incomodada.Ser confrontada na rua, por pessoas que não conheço tentado com insistência conseguir alguma coisa, é algo que me deixa muito aborrecida... se isso me tivesse acontecido detestaria Istambul, como detestei Marrocos!Não foi o caso!
Um abraço
Ps: Não vi engraxadores no Hipódromo! :-)

Margarida Nobre disse...

Roadrunner

Esqueci-me de falar da comida...hehe
Só tive experiências fantásticas nesse campo... comida excelente,serviço exemplar e uma relação preço / qualidade imbatível...
Acho que devia lá voltar e ver as diferenças... :-)
Abraço

Anónimo disse...

Excelente blog. Você está de parabéns, Margarida. Seus textos são muito bem escritos e as fotos espetaculares.

Anónimo disse...

Parabéns, Margarida. Seu blog é fantástico!

Margarida Nobre disse...

Olá

Obrigado pelo seu simpático comentário.
Se gostou do Blog não deixe de visitá-lo mais vezes!

aldema ( www.correndomundo.blogspot.com ) disse...

Margarida, excelentes as tuas escolhas em Istambul, uma das minhas cidades preferidas. Tuas fotos estão lindas, lindas.Gostei muito.
Boas viagens!

Margarida Nobre disse...

Olá Aldema

Obrigado!
Numa cidade como Istambul é muito fácil tirar fotos bonitas...
Abraço

Claudia Liechavicius disse...

Margarida,

Essa ainda não saiu da minha wish list.

Em outubro "quase" consegui conhecer, mas a tentativa fracassou...

Quero muito!!!!

Beijinho

Margarida Nobre disse...

Claudia

Não é fácil encontrar um lugar onde vc ainda não tenha ido...hehe...mas ultimamente eu tenho acertado! :) :)

Beijinhos

Os Meus Trilhos disse...

Olá Margarida,
Nas minhas deambulações diários por blogs de viagens vim para ao teu. Comecei em Praga e ja vou na Turquia. É tão bom ver ou revere lugares por onde já andámos e ver o mundo que ainda falta trilhar.
Vamos passar por cá mais vezes.
Até já.
Sérgio
www.osmeustrilhos.pt

Margarida disse...

Olá Sergio

Obrigada pela visita ! Fico contente por saber que gostam do Blog... :)
É verdade, é sempre fantástico rever os lugares de que gostamos, seja nas nossa fotos seja nas de outros viajantes que também por lá passaram...
Até breve!

AS VIAGENS DE MARGARIDA