Como escolher onde ficar alojada em LONDRES...

Voltei !! :-) Tenho andado desaparecida porque não tenho tido tempo para tudo e alguma coisa tinha que ficar para trás... foi o Blog! Na verdade acho que nunca mais vou pôr a escrita em dia por aqui a não ser, talvez, quando me reformar e começar a escrever as minhas memórias...ehehe... neste entretanto desde o último post , que foi sobre o primeiro dia da viagem ao Canadá ( faltam os posts dos outros dias todos... ) conheci mais um pouco da maravilhosa Noruega (Trondheim e a Atlantic Road) , visitei as incríveis Ilhas Faroe, fui a Malta , perdi-me uma vez mais no Reino Unido ( Lake District, Channel Islands, Devon, Dorset, West Sussex, voltei a Cotswolds e fiz o que sempre desejei... consegui ir a Londres todos os meses durante um ano...ehehe... ) revisitei a Holanda  e a Bélgica e cumpri finalmente o sonho de conhecer a Austrália com paragem, de dois dias e meio, em Singapura... aliás uma pequena parte da Austrália ... Sydney, Melbourne, road-trip na Great Ocean Road e o Grampians National Park, na região de Victoria, no sul da Austrália. Sydney entrou directamente para numero dois das minhas cidades preferidas... amei tudo o que vi no País dos Cangurus e não vejo a hora de poder regressar.... :-) 
Entretanto hoje passou-me pela vista um artigo com dicas sobre os melhores lugares para ficar alojado em Londres e não concordei nada...ehehe... quem me segue no facebook sabe que eu não perco tempo a falar sobre as atrações mais turisticas da minha cidade preferida ( isso está tudo nos guias e nos inúmeros Blogs profissionais que por aí existem ) mas, neste caso ,resolvi escrever um post sobre as diferentes zonas para ficar alojado, do ponto de vista prático, para um turista comum. Para mim qualquer zona é boa e chego rapidamente a todo o lado pelo que a escolha , no meu caso pessoal, tem mais a ver com a relação qualidade/preço do alojamento do que com a localização... mas para quem não conhece a cidade há dicas muito simples que ajudam a tirar o melhor proveito de uma visita a Londres...

 Uma das zonas que considero melhor para ficar é a zona em redor da estação de metro de Tower Hill. Além de ser uma zona muito bonita, perto do Rio , da Tower Bridge, da Torre de Londres e dos bairros encantadores da margem Sul , passam lá duas importantes linhas de metro, a District Line e a Circle Line. Estas linhas permitem acesso directo e rápido aos Museus de Kensington ( Museu de História Natural, V&A , Museu da Ciência entre outros ) , a Westminster , a Trafalgar Square, à estação de Blackfriars ( comboio directo para o aeroporto de Gatwick com possibilidade de usar o Oyster ) , à estação de Liverpool Street ( comboio e autocarro para o aeroporto de Stansted , comboio para Southend Airport ) e à estação de Kings Cross ( metro directo para o aeroporto de Heathrow , comboio e autocarros para Luton )... até o London City Airport é facilmente acessível com o DLR directo...  há vários hoteis nesta zona, para vários preços... deixo a sugestão de dois onde já fiquei e que recomendo muito...

Foto em cima : vista do terraço no Double Tree Tower of London  ( reservar aqui

Foto em baixo : Motel One Tower Hill ( reservar aqui )


Uma óptima opção para ficar alojado é, sempre, ficar na zona de uma das estações de comboio de Londres... de preferência uma estação do mesmo lado do aeroporto para onde se vai voar. Esta é uma dica que eu considero fundamental para evitar andar às voltas ou atravessar a cidade toda logo à chegada e no regresso. Ou seja : se o avião é para Stansted , com a Ryanair ( lado Este de Londres ) as zona da Estação de Kings Cross / St Pancras ou Liverpool Street são perfeitas... Liverpool Street é mais cara mas a zona de Kings Cross tem vários alojamentos acessíveis, tanto Hoteis como  Hosteis e Apartamentos. A estação de Kings Cross também dá para o aeroporto de Heathrow, uma vez que é lá que passa a Piccadilly Line que vai para os diferentes terminais, mas conte com 1h de viagem. De St Pancras tem comboio para Luton. Fácil acesso também para o London City Airport.
De Kings Cross e arredores ( Russel Square ) fica-se logo a curta distância a pé do Museu Britânico, de Oxford Street e até do Soho... :-) 

Imagem em baixo : Double Tree London Islington ( reservar aqui )

Embora não fique mesmo em Kings Cross fica a apenas uma estação de metro : Angel ... falo dele aqui porque acho que tem uma excelente relação qualidade / preço / localização e tem quartos para familias até 4 pessoas ( com duas camas de casal, o que não é muito frequente em Londres e na Europa em geral... ) 


Mas se o avião for para o Aeroporto de Gatwick ( Tap, Easyjet, BA) , o mais lógico é ficar instalado a sul do Tamisa , na área das estações de London Bridge e Waterloo, ou a norte do rio, mas na zona Oeste ( West London ) como, por exemplo, na região da estação de Victoria. As três estações têm comboio desde Gatwick, com possibilidade de usar o Oyster. Para Victoria Station também há opção de autocarro.
Qualquer uma destas zonas é muito bem servida de transportes para todo o lado da cidade e é até possível ir a pé para Westminster/ Trafalgar Square / Covent Garden... Eu, pessoalmente, gosto muito de ficar na zona de Waterloo... já lá fiquei várias vezes e sempre no mesmo Hotel... 

Foto em Baixo : Hampton London Waterloo... ( reservar aqui )

Em Victoria recomendo este mas há inúmeras opções, de custo mais baixo, nas pequenas ruas em redor da estação : Park Plaza Victoria ( reservar aqui )


Ainda não falei na zona de Kensington ( South Kensington / Gloucester Road / Earls Court ) que embora saiba que tem muita popularidade entre os turistas eu acho que é a ideal , principalmente para quem chega por Heathrow ( Tap , British Airways ) uma vez que tem a Piccadilly Line directa para o aeroporto. É uma opção bastante aceitável também para quem chega por Gatwick, uma vez que são apenas duas ou 3 estações de Metro de Victoria Station, onde chega o comboio e os autocarros de Gatwick... não tem grande lógica ficar nesta zona se chegar por Stansted , London City, ou Southend que ficam exactamente para o lado oposto da cidade...

Nesta zona recomendo o Hotel Indigo London Kensington que, embora não seja o mais barato, é muito bom... :-) ... há um da mesma cadeia em Tower Hill em frente ao Motel One , que também é óptimo e um junto da estação de Paddington, também uma zona central ( perto de um dos meus bairros preferidos ( Marylebone  ) aconselhada para quem chegue por Heathrow,  no comboio Heathrow Express.

Hotel Indigo Kensington ( reservar aqui )

Não recomendo para ficar alojado a zona de Soho / Covent Garden / Leicester Square / Trafalgar Square ... além de mais difícil acesso desde os aeroportos os hoteis são consideravelmente mais caros e a confusão e barulho não são propícias a uma boa noite de sono... além de que, para ir ao teatro ou a um concerto em Londres , com a facilidade de transportes a toda a hora, não é preciso dormir ao lado das salas de espectáculos... :-)
Os hoteis de que falo no post são de gama média de preços e já fiquei alojada em todos eles. Servem como indicativo das zonas a que me refiro e valem apenas pela minha própria experiência. Há mais barato ( Premier Inn, Ibis, etc ) e muuuito mais caro... não falei dos hoteis de luxo como o Savoy, o The Shard, The Royal Houseguards, the Lanesborough , The Dorchester ou o Ritz , entre muitos, porque, nesses casos, a localização não tem muita importância... duvido que os clientes habituais destes hoteis utilizem os transportes públicos à chegada e, provavelmente, também não lêm o meu Blog...  :-) 

No próximo post vou falar sobre como comer bem em Londres sem gastar muito... já estou farta de ouvir dizer que Londres é uma cidade cara... agora com a libra a valer quase o mesmo do que o euro ficou muito mais acessível do que muitas outras capitais da Europa... 


Niagara-on-the-Lake...a cidade mais florida do CANADÁ...

 ... depois de um belo pequeno almoço no Cosy Inn ( ver aqui ), o Bed & Breakfast onde ficámos em Niagara Falls, seguimos pela estrada junto ao Rio Niagara em direcção ao próximo destino...

 ... percorrer a Niagara Parkway, a estrada que ladeia o rio que divide o Canadá dos Estados Unidos, é um passeio lindo. Muitos dos visitantes que chegam a Niagara Falls limitam-se a ir de Toronto pela auto-estrada para ver as cataratas e perdem algumas das mais bonitas paisagens da região...

 ... a estrada passa por entre lindas casas de campo...





 ... encantadoras aldeias...



 ...  e pequeninas igrejas espreitando por entre o verde... o campo Canadiano no seu melhor...



 ... o destino principal era Niagara-on-the-Lake, a histórica e florida cidadezinha , muitas vezes, considerada a cidade mais bonita do Canadá...

 ... e Niagara-on-the-Lake não desiludiu as altas expectativas que eu tinha, mesmo antes de a conhecer... :-) 

 ... com mais de duzentos anos de história Niagara-on-the-Lake foi, em tempos, a primeira capital do Canadá...

 ... hoje em dia, percorrer as suas ruas floridas , ladeadas por edifícios victorianos extremamente bem preservados, é um prazer para os sentidos...











 ... cafés charmosos , restaurantes e lojas vintage fazem-nos recuar décadas no tempo...



 ... até as várias placas , com a história da cidade, estão inseridas em canteiros floridos... não há um cm quadrado sem cor ou cheiro... :-) 









 ... em vez de apanharmos a auto-estrada, seguimos para Toronto pelas estradas que rodeiam o Lago Ontário... que na realidade parece o mar tal é a sua dimensão...

 ... e além de recomendar muito que conheçam Niagara-on-the- Lake ,se pensarem em visitar as Cataratas do Niagara, recomendo também este percurso...

 ... que é uma forma bem mais agradável de chegar a Toronto, evitando a Queen Elisabeth Way e os seus assustadores e gigantescos camiões...ehehe... 











... e a chegada a Toronto que, para lá dos seus muitos arranha-céus, é uma cidade incrível que eu adorei... :-) ... assunto para o próximo post!

Niagara Falls... CANADÁ...

Sem ser num passeio organizado visitar as Cataratas do Niágara ,do lado Canadiano, não é tarefa fácil. Os transportes públicos, partindo de Toronto, são demorados e pouco frequentes e a distância ainda é relativamente grande, cerca de 130 km. Por essa razão, e porque também queria visitar a cidade histórica de Niagara-on-the-Lake, achei que a melhor solução seria alugar um carro no aeroporto de Toronto, no dia da chegada, ir dormir a Niagara Falls e, no dia seguinte, partir para Toronto pela estrada que ladeia o rio Niágara e o Lago Ontário e entregar o carro lá. Os planos eram bons mas a realidade revelou-se um pouco diferente... a viagem entre o aeroporto de Toronto, depois de 8 h de voo, por uma assustadora auto-estrada de várias faixas, com camiões gigantescos que nos ultrapassavam a grande velocidade por todos os lados foi bastante cansativa. A entrada em Toronto , no dia seguinte, para devolver o carro num balcão da Avis, mesmo na baixa da cidade, também foi uma aventura...ehehe... anyway lá cumprimos o programa e a chegada ao Cosy Inn ( reservar aqui ) , o Bed & Breakfast que eu tinha reservado em Niagara Falls , foi ao anoitecer mas ainda deu para umas voltinhas pelas luzes da cidade...

... adorei o Cosy Inn e recomendo muito! Com uma localização fantástica, estacionamento, quartos muito confortáveis e um delicioso pequeno almoço é uma excelente alternativa aos caros hoteis de Niagara Falls...







... quando pensamos nas Cataratas do Niágara não estamos à espera que elas se situem no meio de uma cidade que é uma espécie de mini-Las Vegas... mas é assim mesmo! ... Casinos, salas dos mais variados jogos, muitos restaurantes, parques de diversões com direito a roda gigante e tudo e muitas luzes foi o cenário com que me deparei mesmo antes de chegar às Cataratas... pelo menos é assim do lado Canadiano... 


... o cenário nocturno claro, porque durante o dia é muito diferente... apesar de ser um pouco estranho não deixa de ser engraçado... eu até gostei... principalmente pelo efeito surpresa...  ;-) 





... em Niagara Falls também há um grande número de hoteis de luxo , com e sem casino, com e sem vista para as Cataratas e preços a condizer... ;-) 

... à noite as Cataratas estão iluminadas, tanto as do lado Americano como as do lado Canadiano mas, infelizmente, as fotografias nocturnas não ficaram grande coisa...

... apesar de tudo, nesta foto, consegue-se ver as Cataratas Americanas ( as que estão mais perto e mais visíveis ) e as Canadianas ao fundo... que são bastante maiores mas, como estavam mais distantes, até parecem mais pequenas... ;-) 

... e a outra face de Niagara Falls ,no dia seguinte... a rua em frente ao Cosy Inn...





... a ponte sobre o Rio Niágara que separa o Canadá dos Estados Unidos...


... as Cataratas do Niágara Americanas...


... e as Cataratas Canadianas ao fundo... as Horseshoe Falls ... pelo seu formato fazem realmente lembrar uma ferradura de cavalo...

... a cidade é muito limpa e arranjada com belos parques e jardins...


...um dos mais famosos edifícios de Niagara Falls é a Skylon Tower. É possivel subir à torre para almoçar ou jantar no restaurante situado no topo ou simplesmente para apreciar as vistas... neste ultimo caso é preciso comprar um bilhete de acesso...




... por mais fotos que pudesse colocar aqui nenhuma faria justiça à beleza, ao vivo, das Cataratas do Niágara...


... o ruído da água a cair de mais de 50 m de altura é verdadeiramente impressionante...





... tal como é impressionante o facto de podermos chegar tão perto da queda de água... 


... chega a um ponto em que apenas uma grade nos separa daquele imenso caudal de água...








... há passeios de barco no rio que vão mesmo até às quedas de água mas, por falta de tempo, teve que ficar para outra oportunidade... quase tão importante como conhecer as Cataratas do Niágara, para mim, era visitar a cidadezinha de Niagara-on-the-Lake , referenciada muitas vezes como a cidade mais florida e bonita do Canadá... assunto para o próximo post... :)
AS VIAGENS DE MARGARIDA