ISLÂNDIA... Ring Road...de Borgarnes a Keflavik ... o último percurso e a Blue Lagoon...

O último percurso na Islândia foi de pouco mais de 100 km, a distância que separa Borgarnes de Keflavik. Passando novamente por Reykjavik , o nosso ponto de partida para a Ring Road, dissemos um último adeus à capital...

...e aventurámo-nos mais um pouco por fora da Estrada 1...





... Keflavik é uma cidadezinha pacata, que partilha o nome com o aeroporto internacional da Islândia que fica mesmo ao lado... tem várias opções de alojamento e restaurantes e um porto de pesca bem engraçado...

...que ficava mesmo em frente ao hotel onde ficámos a nossa última noite de viagem...

... como Keflavik fica ao lado do aeroporto mas também muito perto da Blue Lagoon é o lugar ideal para ficar à chegada ou na véspera da partida e conjugar com a visita ( mergulho incluido! :-) à famosa Lagoa Azul...



...também é possível ir à Blue Lagoon estando em Reykjavik, que é o que fazem a maior parte dos turistas que ficam apenas 3 ou 4 dias na Ilha. Geralmente fazem a Blue Lagoon e o Golden Circle e resolvem rápidamente o assunto das "atrações principais"... na minha opinião, que eu já disse aqui anteriormente, a Islândia sem a Ring Road não é a mesma coisa. Como não é um país onde, em principio, se vá todos os anos o melhor é deixar  a viagem para quando se possa ficar, pelo menos, uns dez ou doze dias... e, mesmo assim, é pouco!  :-) ... essa foi uma das razões porque demorei tanto a ir até lá...

...outro assunto que, pelo menos a mim, me colocou algumas dúvidas foi se valia ou não a pena ir á Blue Lagoon. A entrada é cara ( os preços variam conforme a época do ano e em Agosto é época altíssima ! ) e apesar de ler várias opiniões sobre a relação custo /benefício e sobre a super-lotação de turistas em Agosto decidi arriscar... e agora, depois de lá ter ido, a minha opinião é : Ir á Islândia e não mergulhar na água azul celeste a quase 40ºC da Lagoa Azul é um arrependimento para todo o sempre...eheheh

...para evitar esse arrependimento comprei os bilhetes online  e lá fomos nós na tarde do nosso penúltimo dia na Islândia depois de fazer o check-in no hotel. É possível alugar tudo o que é necessário na entrada. Chinelos, toalhas, roupões e até roupa de banho. É tudo pago á parte do bilhete normal mas existem diversas opções de preços com tudo incluído e até pacotes com massagens, tratamentos,etc... há também um hotel que já inclui os bilhetes de entrada na Blue Lagoon no preço da diária mas eu achei que não compensava, uma vez que há muitas opções de alojamento em Keflavik...

... no caminho e em redor da Blue Laggon existem várias mini-lagoas com a mesma  cor e temperatura da água... 

... por isso,quem não quiser pagar a entrada e não se importar de abdicar do mergulhinho pode sempre dar um passeio cá fora e tirar fotos...





...no check-in na Blue Lagoon é dada a cada pessoa uma pulseira que depois serve para tudo lá dentro. Abre e fecha os cacifos para guardar as roupas e mochilas e também para pedir as bebidas no bar que existe dentro da Lagoa. A saida dos balneários é directa para a água por isso não achei muito necessário o uso do roupão. Como era verão e apesar de a temperatura cá fora ser relativamente baixa, a passagem da água e 40ºC  para o ar a 15º C não foi dramática...ehehe...mas se fosse no inverno já não diria a mesma coisa...  :-)





...e sim, é uma experiencia inesquecível! :))



...há também um café / restaurante bem agradável com vista para a Lagoa e uma loja com uma infinidade de artigos relacionados com a Blue Lagoon. A variedade de cremes, shampoos , gel de banho, sabonetes e outros productos feitos á base da água e argila da Lagoa são de perder a cabeça...





...de regresso a Keflavik ao final da tarde para o jantarinho de despedida...



...com vista para o pequeno porto...

...e a partida para Londres no dia seguinte, do moderno aeroporto de Keflavik...

... onde grandes cartazes publicitários com a frase " Experience Iceland " não podiam estar mais apropriados... uma experiência para a vida... :) vér elskuðum Ísland ! :)

8 comentários:

Marta FG disse...

Que delicia de viagem e de fotos (a Islândia também já faz parte da minha lista há uns anos)! Beijinhos

Margarida Nobre disse...

Olá Marta!
Não é nada difícil chegar à Islândia partindo de Portugal, via Londres ou Edimburgo.
Se já está na sua listinha não adie mais a viagem...como eu digo no post é uma experiencia para a vida... :)
Beijinhos

Castela disse...

Graças e a si e arte que emana de todo aquele recanto gelado, fico com vontade de viajar. Tb. sou de Coimbra. Beijinhos

Margarida Nobre disse...

Olá
A Islândia é mesmo um recanto único no mundo...tão diferente da nossa Coimbra, que tb é muito bonita ! :)
beijinhos

Beth/Lilás disse...

Olá, Margarida!
Fiquei curiosa quando vi a indicação de teu blog lá pela amiga Bia e vim conhecer tuas viagens.
Que lugar mais lindo este que nos mostra e que águas claras e azuis desta lagoa!
Adoraria conhecer de perto tudo isso!
um grande abraço carioca

(À propósito, já estive na tua linda Coimbra, saudade)

Margarida Nobre disse...

Olá Beth

Uma viagem à Islândia é perfeita para quem gosta da natureza...é um lugar de paisagens tão diferentes e únicas do planeta que chega a ser emocionante ...

Se voltar a passar aqui na minha linda Coimbra não se esqueça de avisar antes... :)

Abraço grande

solcarina disse...


Obrigado por compartilhar sua bela imagens- Eu amo motivos e cores radiantes contra nós lá. E eu desejo-lhe umas férias de Natal bonito. muito para a frente de alegria.

Margarida Nobre disse...

Obrigado eu pela visita!
A Islândia é realmente um país de muitas cores...
Um Feliz Natal também, com muita paz e alegria!
Abraço

AS VIAGENS DE MARGARIDA