Tsarskoye Selo... Catherine Palace, SÃO PETERSBURGO... Russia...

...enquanto planeava os dias que iríamos estar em São Petersburgo vi logo que teria que escolher apenas um dos dois grandes palácios dos arredores da cidade. Como a grande atração de Peterhof são os jardins achei que, com o tempo incerto de Abril, talvez não fosse boa ideia. Além disso quando lá for quero fazer o passeio de barco desde o centro de São Petersburgo e os barcos também só fazem esse percurso no verão... concentrei-me então no planeamento da visita ao Palácio de Catarina, a Grande!

...há várias maneiras de chegar ao Palácio de Catarina, mas a mais prática é apanhar o mini-bus 545 na saída da estação de metro Moskovskaya. Mini-bus é um bus de tamanho mais pequeno que o normal, geralmente velho, apinhado de gente e com motoristas que só falam Russo...hehe... há imensos, com diversos números, conforme os destinos, á saída da referida estação de metro. Os números são bem visíveis por isso a probabilidade de entrar no mini-bus errado é remota... :-) ...os passos seguintes foram indicar com os dedos o numero de bilhetes pretendidos, estender o dinheiro para o pagamento e tentar encontrar um lugarzinho para sentar durante os cerca de 45 min da viagem que nos deixou mesmo na estrada que conduz ao Palácio. Na Russia as dificuldades de comunicação são facilmente ultrapassadas com recurso a linguagem gestual...eheh... 

...Os Palácios e parques de Tsarskoye Selo ( nome da localidade, alterado para Pushkin em 1937 ) atraem milhares de visitantes desejosos de conhecer mais sobre a história deste grandioso país e reviver a atmosfera do tempo dos Czares...

...os jardins, ainda em preparação para o verão...

... e a fachada do Palácio principal...

...o palácio foi a residência de verão favorita dos monarcas Russos, desde Pedro, o Grande a Nicolau II. Em 1717,  Catarina I contratou um arquitecto para construir um palácio de verão, mas a filha, a Imperatriz Elisabeth, em 1752, pediu a Bartolomeu Rastelli  um projecto para demolir o edifício original e substituir por um novo de estilo Rococo. Em 1756 , perante a admiração geral o arquitecto apresentou á Imperatriz um palácio com nada menos do que 325 m de fachada... :-)  

...foram muitos os arquitectos , escultores e artistas que trabalharam , durante mais de dois séculos, na construção do palácio principal e de vários outros edifícios espalhados pelo parques até ao principio do séc XIX , altura em que, finalmente, o Palácio ficou com o aspecto que hoje se conhece...  

...em 1918 os palácios de Tsarskoye Selo foram transformados em museus e abertos ao público até 1941, altura em que começou a Segunda Guerra Mundial. A Guerra causou uma enorme destruição aos palácios dutande os 28 meses de ocupação da localidade. Com o empenho, dedicação e coragem dos trabalhadores do museu , do exército e da população  foi possível salvar grande parte das obras de arte, mobiliário, vestuário , porcelanas e arquivos históricos. Nos parques cerca de 25 pontes e 50 estátuas e cascatas foram destruídas. Em Pushkin apenas 20 casas escaparam ao fogo. O Palácio foi incendiado e aquilo que não conseguiu ser salvo foi transportado pelos nazis para a Alemanha... os prejuízos causados foram avaliados em quase 5 biliões de Rublos ! Será que a Alemanha já pagou á Russia? :-)   

... iniciado o restauro em 1957 , o que foi conseguido é inacreditável. Os salões recuperados um a um voltaram a ter o seu esplendor original... aqui o grandioso Salão de Baile...







...e os salões sucedem-se cada um mais espectacular do que outro...





... The Arabesque Hall...



... The White Main Dining Room...



... e o mais famoso... The Amber Room...

...estas fotos foram tiradas da net porque não é permitido fotografar. É, aliás, o único salão onde isso acontece. A decoração é feita na totalidade  com pequenas peças de Ambar de diferentes cores e dimensões. A maioria delas tinham sido presente de Frederick William I da Prussia ao Czar Pedro, o Grande em 1716 e revestiram esta sala por mais de 200 anos. O Amber Room pura e simplesmente desapareceu durante a Segunda Guerra Mundial levado pelos Nazis para Königsberg.  Após décadas de esforços para o restaurar reabriu ao público em 2003 coincidindo com as comemorações dos 300 anos de São Petersburgo... parece que neste caso a Alemanha se sentiu tão mal que acabou por contribuir também para o restauro do Amber room... :)


... ao vivo é realmente maravilhoso...



... The Green Dining Room... e havia ainda muitos mais... azuis, vermelhos, com decorações orientais... para todos os gostos!

...os Parques também são lindos! Provavelmente serão mais floridos no Verão, porque na época em que lá estivemos pouco tempo tinha ainda passado depois do rigoroso Inverno Russo...





...os diversos edifícios espalhados pelo parques albergavam os Spas, Banhos Turcos , Salas de Banquetes, etc...





...do outro lado da estrada há uma feirinha fofa de artesanato. Além disso há também um cafézinho que vende uns crepes deliciosos e um café expresso bom e barato... regressámos no mesmo mini-bus 545, não sem antes nos termos colocado na paragem errada. Curiosamente não era a mesma onde tinhamos chegado. Parecia que de repente havia imensos 545 mas cada um com um destino diferente...eheh... O que nos valeu foi que o motorista, quando nos viu entrar como nosso ar mediterrânico, concluiu logo que queriamos ir para São Petersburgo e indicou-nos a paragem certa. Uma coisa que notámos é que, mesmo com as dificuldades da língua, encontrámos sempre em todo o lado pessoas com vontade de ajudar e de se fazer entender de alguma maneira...  

20 comentários:

Roadrunner disse...

Isto até envergonha os nossos castelos!

Saudações!

Beatriz disse...

Como você anda Margarida!!!
Aposto que mesmo já tendo passado o rigoroso inverno russo, o tempo ainda estava bem frio, não!
Tudo muito lindo e exuberante! Mas, às vezes, esta ostentação toda de antigos Czares me dá calafrios, brbrbr!

Beijinhos e bons ventos sempre!!!

Bia

Margarida Nobre disse...

Roadrunner

Encontrei várias pessoas na Russia que já tinham vindo a Portugal e adoraram o nosso país... por acaso não perguntei se tinham visitado algum castelo...hehe
Abraço

Margarida Nobre disse...

Bia

O tempo estava óptimo... muito sol e temperatura agradável. Chegámos a ter 18ºC em Moscovo!

Eu acho que a herança dos Czares é um orgulho para a Russia... por isso mesmo muitos arriscaram a própria vida para a salvar...

E para quem tem o privilégio de visitar esta país grandioso , a beleza dessa herança é um regalo para a vista! :-)

Beijinhos

Camila Navarro disse...

Que lindo, Margarida! Eu fiquei só com Peterhof (era verão e ele estava lindo!), mas um não substitui o outro. Confesso que fiquei com um pouco de medo de encarar o 545. rsrs

Margarida Nobre disse...

Camila

Eu só tinha mesmo tempo para um e pelo que li Peterhof seria mais bonito no verão...vai ter que ficar para uma próxima vez...é mais um ( dos muitos! ) motivos para voltar á Russia...

A aventura do 545 é para mais tarde recordar...eheh

Beijos!

Camila Lisbôa disse...

Fiquei encantada por todas as fotos e a Russia, infelizmente, é um sonho muito distante pra mim... O bom é que dá pra viajar na malinha de quem vai e relata lindamente :)

Viagens e Viagens e Viagens disse...

Que lindo!!! Morro de vontade de conhecer Saint Petersburg... E com o teu post atiçou ainda mais a minha vontade...

Tiffany disse...

Olá Margarida,
Tenho a minha cota parte de castelos deste género visitados, mas há sempre mais um! E cada um é mais lindo do que o outro! :)
Este é mais um para a lista a visitar! Obrigada pela partilha!

Margarida disse...

Olá Camila

Obrigada! :-)
A Russia é um país incrível mesmo e São Petersburgo é um sonho de cidade...

Margarida disse...

São Petersburgo merece mesmo ser visitada... é uma das cidades mais bonitas da Europa... :-)

Margarida disse...

Olá Tiffany

Eu também sou fã de Castelos e Palácio e já perdi a conta aqueles que conheço, mas pode ter a certeza que este não se parece com nenhum outro... ;-) ... pode pôr mesmo na listinha porque vale a pena! :-)

Claudia Bins disse...

Nossa, esse palácio é de tirar o fôlego! Adoraria visitar!

Clau

Nanda Castelo Branco disse...

Esse palácio é maravilhoso, sou apaixonada pela Rússia! Também fui até lá de ônibus, mas não estava tão cheio... o trajeto foi bem tranquilo :)

Quarto de viagem disse...

Ótimas dicas, e que lugar pomposo e incrível! Ainda não conheço St. Petersburgo, mas está na minha lista para as próximas viagens! Abraços

Mapa na Mão disse...

Que palácio mais lindo! Não fazia ideia da sua existência. Nossa, lindas fotos! Adorei a dica.

Juliana T.M. disse...

Que lugar lindo!
Obrigada por compartilhar conosco!
Eu não conheço nada deste lado europeu e tenho muita vontade de conhecer!
;)

Deisy Rodrigues disse...

Meu destino de sonho, amei todo o seu post.

Catarina Leonardo - Viajar pela história disse...

Simplesmente grandioso.... Um interior riquíssimo sem duvida. Gostei o artigo, do contexto, e das fotos. A visitar, sem dúvida!!!

Luciana Rodrigues disse...

Os ricos realmente viviam bem kkk. Brincadeiras à parte, o palácio é simplesmente majestoso.

AS VIAGENS DE MARGARIDA